Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Curitiba
Início notícias Principal Artigo de estudante do Ensino Médio Integrado é publicado em revista científica

Artigo de estudante do Ensino Médio Integrado é publicado em revista científica

Publicado em

O artigo “Revolução: uma revisão conceitual”, escrito pelo estudante João Pedro Gava Ribeiro do Campus Curitiba, foi publicado na revista IF-Sophia.
João Pedro é aluno do curso técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio e realiza pesquisa de iniciação científica desde 2018, primeiro como voluntário e depois como bolsista de PIBIC-JR (2019-2020). O artigo publicado na IF-Sophia é parte de sua pesquisa realizada no projeto PIBIC-JR entre 2019-2020.

A IF-Sophia é uma revista qualificada pela CAPES e por isso, em geral, publica artigos de graduados, mestres e doutores. A publicação do artigo de João Pedro demonstra a qualidade da sua pesquisa, como destaca o professor e orientador Thiago Augusto Divardim de Oliveira (professor de História no Campus Curitiba do IFPR):


“Dei aulas para o João no primeiro ano do ensino médio e desde lá percebi o amplo potencial do estudante. Escrevi em suas primeiras provas que ele poderia procurar desenvolver seus potenciais participando de projetos de pesquisa e extensão de acordo com os seus interesses. Ainda em 2018 ele me procurou interessado em participar de um projeto de pesquisa. De 2018 até hoje o estudante sempre me impressionou pela qualidade de suas produções. Foi sempre uma alegria trocar ideias com o estudante e aprendermos juntos nos processos de orientação. Por outro lado, independente do interesse e potencial do João, gostaria de destacar a importância dos projetos de pesquisa e extensão dentro das instituições de educação para a formação humana. A relação com o conhecimento, e nesse caso com o pensamento científico, é uma forma de enfrentar problemas contemporâneos como os negacionismos científicos e as falsas explicações simplistas para elementos complexos da vida em sociedade. Além disso, é fundamental afirmar que as condições materiais e intelectuais para o desenvolvimento do trabalho docente é que asseguram as possibilidades da pesquisa e extensão no ensino básico. Manutenção de ensino. atendimento aos estudantes, pesquisa e extensão deveriam ser condições de trabalho para docentes de toda a educação básica brasileira”.


A pesquisa de João Pedro faz parte do projeto “Aprendizagem histórica e didática da história: teoria, filosofia e práxis – possíveis abordagens referentes a temas sociais controversos”, do professor do professor Thiago Augusto Divardim de Oliveira, em desenvolvimento no IFPR desde 2017.

No relatório de conclusão da iniciação científica, João Pedro destacou a importância de realizar uma pesquisa acadêmica já no Ensino Médio.

“Sem dúvida a iniciação científica teve um papel crucial para o meu desenvolvimento acadêmico e pessoal, afinal de contas o conhecimento construído nesse ínterim eu levarei comigo por toda a minha vida, dentro e fora do ambiente universitário para o ambiente profissional. Aliás, a iniciação científica foi um fator decisivo para a minha escolha em participar do processo seletivo para ingresso no IFPR, haja vista eu sentia que podia fazer mais e minha escola anterior não dava as devidas condições para isso. Dessa forma, a iniciação científica deu todo o suporte para as etapas da minha vida acadêmica que ainda virão.”

Para o professor Thiago Augusto Divardim de Oliveira, o trabalho desenvolvido pelo estudante também demonstra o interesse dos estudantes do IFPR pelos componentes curriculares da área das ciências humanas, como História, Geografia, Sociologia e Filosofia: “a pesquisa que envolveu história conceitual atingiu um grau de complexidade na discussão muito maior do que normalmente conseguimos abordar nas aulas do ensino integrado. No projeto as especificidades da pesquisa na área da História puderam ser conhecidas e debatidas entre o estudante e o professor, envolvendo elementos sobre epistemologia, metodologias de pesquisa, referenciais teóricos de matrizes diferentes, assim como a relação entre o conhecimento e a vida em sociedade. Em espaços de formação técnica e tecnológica é sempre importante assegurar o espaço das discussões em torno da história e da sociedade, pois como defendemos na perspectiva da educação e da formação integral, a tecnologia não se desenvolve em abstrato, mas na complexidade das relações sociais que envolvem poder, economia, cultura e trabalho”.

Para o professor, o trabalho de João Pedro superou as expectativas “apesar de já termos encerrado oficialmente o PIBIC-JR continuamos dialogando e pensando em novas ações que possam dar visibilidade às produções do estudante. Ele possui materiais suficientes para a produção de mais dois artigos, assim como pretende participar de eventos científicos para compartilhar os resultados da pesquisa. A junção dos materiais já produzidos reúnem possibilidades para uma monografia. Além disso, o estudante possui desempenho acadêmico nas disciplinas técnicas e do núcleo comum que são elogiadas por todas as professoras e professores que já trabalharam com o estudante”.

Galeria de Fotos

Leia mais

Topo