Seu browser não suporta JavaScript!

Portal Portal Padrão Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet - APLICAÇÃO do Governo Brasileiro
Página Principal » Cursos Técnicos Subsequentes » Telecomunicações » Subsequente

Subsequente

Justificativa

O início do século XXI está sendo marcado pelo avanço das telecomunicações. Nos últimos anos ocorreu um salto evolutivo nesta área. A microeletrônica criou o chip com dezenas de milhões de transistores e a digitalização deu às telecomunicações a mesma linguagem dos computadores. Nasceram as redes de computadores, dentre elas a de maior impacto na vida das pessoas: a internet.

As telecomunicações compreendem, dessa forma, um conjunto de dispositivos e técnicas para a transmissão de informações instantâneas a longa distância. Tal transmissão pode ser de voz, sinais gráficos, dados, imagens ou sinais de televisão. Todos eles têm os mesmos princípios fundamentais, mas se diferem na forma de manipular as informações e nos meios utilizados para transmiti-las. Por exemplo, sistemas de telegrafia, telefonia, televisão e redes de dados informatizados transmitem informações por meio da radiocomunicação, transmissão por cabo, por satélites artificiais e por fibras ópticas.

Os satélites de telecomunicações constituem, talvez, os resultados dos maiores avanços da área, pois frutos além de permitirem a retransmissão de programas da televisão educativa e comercial, abriram novas perspectivas para a comunicação telefônica, à transmissão de dados, fax internet e muitos outros serviços especializados.

A fibra óptica é outra inovação revolucionária. Surgida no final do século XX, essa tecnologia da informação permite a transmissão rápida e simultânea de milhares de chamadas telefônicas e dezenas de imagem por um filamento de vidro, sílica, náilon ou silicone de altíssima transparência e da espessura de um fio de cabelo humano. Para se ter uma idéia de seu impacto, um cabo de fibra óptica pode substituir até mil cabos coaxiais de cobre.

Dessa forma, o desenvolvimento da tecnologia permitiu a digitalização de todas as formas de comunicação como voz, dados e imagens, transformando-os em bits, levando à convergência de sons, dados e imagens, tratados em conjunto pelo computador, originando a multimídia e a realidade virtual. 

É dentro deste contexto e considerando as necessidades do mercado de trabalho, as demandas do setor de comunicação e das empresas prestadoras de serviços, que o campus Curitiba do IFPR promove a realização do curso técnico em telecomunicações para pessoas egressas do ensino médio.

 Objetivos

OBJETIVO GERAL

– Formar profissionais para realizarem atividades de execução, operação e manutenção de instalações e equipamentos de telecomunicações na indústria, em empresas de telecomunicações e como profissional liberal.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

O objetivo geral do curso pressupõe os seguintes objetivos específicos:

– Dominar os princípios básicos que norteiam as telecomunicações, articulando esses conhecimentos com as normas técnicas afins, segurança do trabalho, saúde e meio ambiente;

– Elaborar projetos de instalações de acordo com os limites permitidos para o técnico de nível Médio;

– Planejar, executar e gerenciar a manutenção e instalações de redes e equipamentos de telecomunicações;

– Preparar o profissional para atuar no desenvolvimento e industrialização de equipamentos de telefonia, redes de telecomunicações, sistemas de transmissão e comunicação de dados.

 Requisitos de acesso

O acesso ao curso técnico de nível médio subsequente em Telecomunicações será realizado através de processo seletivo regulamentado pela Pró-Reitoria de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação da Instituição.

Perfil profissional de conclusão

Por se tratar de um profissional que instala, opera e mantém elementos de geração, transmissão e distribuição de informações, importantes em diversos setores da economia, o técnico em telecomunicações possui um amplo espaço de atuação em diversas áreas no mercado de trabalho. O técnico de nível médio subsequente em Telecomunicações deverá ao final de sua formação ser capaz de:

– Especificar, instalar e operar redes de computadores, sistemas de radiodifusão, televisão analógica ou digital, telefonia fixa e móvel, comunicação de dados, comunicação via satélite, comunicação óptica e radiocomunicação;

– Atuar no levantamento, análise e acompanhamento de indicadores operacionais dos sistemas de telecomunicações, analisando criteriosamente seu desempenho e propondo formas de melhoria destes;

 -Realizar projetos técnicos respeitando às normas técnicas e ambientais vigentes, dentro do escopo da atribuição de projeto do técnico de nível médio;

  -Prestar consultoria técnica em nível de especificação de equipamentos e sistemas na área de Telecomunicações, manutenção, instalação e configuração de equipamentos de telecomunicações, tais como, modems, roteadores, hubs, switchs, celulares, terminais inteligentes, telefones sem fio, fax, identificador de chamadas, radiocomunicadores, equipamentos voIP, entre outros;

    – Ser um profissional que atua profissionalmente com os valores éticos orientados para a cidadania e com o compartilhamento de conhecimentos em tecnologia, visando prover o bem estar para a sociedade onde atua.

 – Ter iniciativa e responsabilidade, exercer liderança, saber trabalhar em equipe, ser criativo e ter atitudes éticas.

– Utilizar adequadamente a linguagem oral e escrita como instrumento de comunicação e interação social necessária ao desempenho profissional;

– Conhecer as formas contemporâneas de linguagem e comunicação, com vistas ao exercício da cidadania e à preparação básica para o trabalho, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico;

– Compreender a sociedade, sua gênese e transformação e os múltiplos fatores que nela intervêm como produtos da ação humana e do seu papel como agente social e outros campos do saber.

« « Subsequente   Matriz Curricular » »

 

IFPR - Câmpus Curitiba - Rua João Negrão, 1285. Rebouças - CEP 80230-150 - Curitiba - Paraná - Brasil.